Sexta-feira
10 de Julho de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Receba nossa newsletter

Insira seus dados nos campos abaixo.
Nome
Email

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Sábado - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
14ºC
Predomínio de

INSTITUCIONAL: Inovação é tema do novo curso da JFMG

Até esta terça-feira, dia 30 de junho, serão treinados os primeiros multiplicadores de inovação na Seção Judiciária de Minas Gerais. O evento de capacitação organizado pela Seção de Formação, Capacitação e Aperfeiçoamento (Sefas), teve início no dia 18 de junho e reúne 304 alunos, entre diretores e supervisores, distribuídos em duas turmas on-line pela plataforma Teams. As instrutoras são as servidoras Gisele Molinari Fessore e Elaine Cristina Cestari, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região/SP. A primeira turma foi realizada nos dias 18 e 19 de junho – e obteve alto registro de satisfação dos participantes. O curso foi aberto a todos os diretores de secretaria das varas federais, e seus substitutos, e também aos diretores de Núcleos da Secretaria Administrativa. O programa se estenderá até setembro deste ano. “O objetivo do curso é desenvolver espaços para a resolução de problemas por meio da inovação, tendo como destinatário o usuário do serviço público”, explica a diretora do foro, juíza federal Vânila Cardoso André de Moraes, que idealizou um programa de inovação na Seccional mineira. Segundo a magistrada, o curso desenvolverá uma nova forma de atuar na instituição, em que todos são chamados a buscar soluções criativas para os problemas enfrentados, ou mesmo para o aprimoramento do serviço público. Isso pode ser feito em um laboratório físico ou por meio de um laboratório virtual, pela plataforma . A metodologia Design Thinking também é abordada. Como parte da programação, haverá uma roda de conversa com os juízes federais Luciana Ortiz Tavares Costa Zanoni, da 5ª Turma Recursal da Seção Judiciária de São Paulo (TRF3), e Marco Bruno Miranda Clementino, da 3ª Vara de Natal, Seção Judiciária do Rio Grande do Norte (TRF5). Laboratórios de Inovação A Justiça Federal brasileira já conta com alguns laboratórios de inovação estruturados, como os de São Paulo, Espírito Santo e Rio Grande do Norte. Um exemplo dessa atuação dos laboratórios na Justiça Federal foi uma parceria com os Centros de Inteligência que resultou no “Manual das Teleaudiências”. Essa iniciativa reuniu trinta e cinco juízes e servidores de todos os Tribunais Regionais Federais num Laboratório Virtual e teve como objetivo a satisfação do usuário final – o jurisdicionado. Por isso, mesmo sem o espaço físico na Seção Judiciária de Minas Gerais, as oficinas podem ser realizadas em espaço virtual. Fonte: Secos SJMG Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
29/06/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.